Egito Antigo

 LOCALIZAÇÃO: Nordeste da África; rio Nilo= água e fertilidade (húmus).

PERÍODOS: PRÉ-DINÁSTICO (5500 a.C. a 3200 a.C.): Surgem os Nomos (aldeias-estados) e posteriormente dois reinos: Alto Egito, ao sul, no Vale do Nilo; Baixo Egito, ao norte, no Delta do Nilo.

Por volta de 3200 a.C. Menés (Narmer), rei do Alto Egito, unificou os dois reinos, tornando-se o primeiro Faraó do Egito.

PERÍODO DINÁSTICO:

ANTIGO IMPÉRIO (3200 a.C. a 2170 a.C.)

Características:

- Tínis foi a primeira capital; Mênfis foi a segunda.

- Teocracia.

- Burocracia.

- Pacifismo.

- Pirâmides.

- Final: Revoltas dos camponeses e dos nobres (nomarcas).

PERÍODO FEUDAL: Fase marcada pela existência de vários pequenos reinos.

MÉDIO IMPÉRIO (2000 a.C. a 1580 a.C.)

Teve início com Amenemhat I, que conquistou os outros reinos e reunificou o Egito.

- Nova capital: Tebas (Uaset), no Alto Egito.

- Amon-Rá foi transformado no principal deus do Egito.

- Invasão dos Hicsos no Baixo Egito, criando um reino com capital em Ávaris.

- Migração dos Hebreus para o Egito.

- Amósis I expulsou os Hicsos do Egito, dando início ao Novo Império.

NOVO IMPÉRIO (1580 a.C. a 525 a.C.)

Características:

- Nacionalismo.

- Xenofobia.

- Militarismo.

- Expansionismo: merecem destaque os faraós Tutmés III e Ramsés II.

- Rainha Hathsepsut governou o Egito.

- O Faraó Amenófis (Amenhotep) IV fez um reforma religiosa ao introduzir o monoteísmo (culto ao deus Áton) e proibir o politeísmo. Na verdade, ele pretendia se livrar do poder político dos sacerdotes de Amon-Rá. O Faraó mudou seu nome para Akenaton e fez construir a magnífica cidade de Aketaton. É conhecido na história egípcia como o “Faraó herético”. Foi assassinado depois de 18 anos de governo.

- O sucessor de Amenófis IV, Tutankamon, conhecido como “Faraó menino”, restaurou o politeísmo. Seu túmulo foi encontrado pelo arqueólogo Howard Carter, em 1922, com todas as riquezas.

- A Dinastia Ramsés.

- Destaca-se Ramsés II, O Grande:

- Seu governo foi o mais rico do Egito.

- Construiu grandes obras.

- Fez muitas guerras contra Núbios, Hititas e Assírios.

- Fez um Tratado de Paz com os Hititas.

- Ocorreu o Êxodo dos Hebreus.

- Morreu aos 90 anos, depois de ter governado o Egito por 67 anos.

Decadência do Egito:

-Invasão dos Assírios.

- Renascimento Saíta.

- Invasão dos Persas.

- Invasão dos Macedônicos.

- Dinastia Ptolomeu (macedônicos): o último governante dessa dinastia foi a Rainha Cleópatra.

- Domínio dos Romanos no Egito.

ECONOMIA

Modo de Produção Asiático ou Oriental:

- A maior parte das terras era do Estado.

- Os camponeses produziam agricultura e pecuária de subsistência, pagavam impostos e trabalhavam gratuitamente nas obras públicas (sistema de corvéia ou servidão coletiva).

- Os impostos permitiam ao Estado sustentar o luxo da Elite, manter os camponeses e fazer o comércio externo.

SOCIEDADE: Era Horizontal (sistema de Castas), portanto, havia pouca mobilidade social. A maioria da população era de camponeses servos (felás).

RELIGIÃO:

Características:

- Politeísta.

- Antropozoomórfica.

- Imortalidade da alma.

- Mumificação.

Obs. A religião controlava todos os setores da vida egípcia. 

CULTURA:

Escritas: - Hieroglífica, Hierática e Demótica, que só foram decifradas no século XIX pelo francês Jean-François Champollion, que compreendeu o significado da Pedra de Roseta.

Literatura: O Livro dos Mortos, O Hino Ao Sol, O Papiro Da Medicina, O Discurso do Camponês Eloqüente. 

Pintura: Caracterizada pela postura hierática.

Escultura: Marcada pela grandiosidade e pela rigidez.

Arquitetura: Era imponente e se destinava a construção dos palácios, dos templos e dos túmulos (Pirâmides, Mastabas e Hipogeus).

Ciências: Destacam-se a matemática, a geometria, a química, a astronomia e a medicina.